Itanhangá: Secretaria De Saúde alerta sobre os perigos do câncer de próstata

Crédito: Reprodução

A saúde do homem entra em pauta no décimo primeiro mês do ano com o Novembro Azul. A campanha mundial orienta sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Desde 2008, ela faz parte do calendário brasileiro.

A orientação é que todos os homens acima dos 50 anos façam consultas regulares com um urologista. Já aqueles que têm histórico familiar devem ir ao médico a partir dos 40 anos de idade.

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais incidente na população masculina em todas as regiões do país, atrás apenas dos tumores de pele não melanoma.

No Brasil, estimam-se 71.730 novos casos de câncer de próstata por ano para o triênio 2023-2025. Atualmente, é a segunda causa de óbito por câncer na população masculina, reafirmando sua importância epidemiológica no país.

A idade é o principal fator de risco para o câncer de próstata, sendo mais incidente em homens a partir da sexta década de vida, bem como histórico familiar de câncer de próstata antes dos 60 anos e obesidade para tipos histológicos avançados. Destaca-se também a exposição a agentes químicos relacionados ao trabalho, sendo responsável por 1% dos casos de câncer de próstata.

Com o decorrer do tempo, com o aumento da próstata, que se localiza sob a bexiga, pode surgir dificuldade para urinar, enfraquecimento do jato urinário e aumento das micções (necessidade de urinar muitas vezes).

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas e, quando apresenta, os mais comuns são:

  • Dificuldade de urinar;
  • Demora em começar e terminar de urinar;
  • Sangue na urina;
  • Diminuição do jato de urina;
  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Fonte: ITA Notícias

Escrito por: Angelo Destri

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Detran orienta motoristas sobre o que fazer caso a placa do veículo seja danificada ou perdida

Governo de MT cria fundo para destinar valores confiscados do crime organizado à Polícia Civil

Trabalhador morre soterrado em silo em fazenda na MT-235

Três bebês morrem em UTI neonatal de Colíder

Trabalhador morre ao receber descarga elétrica em fazenda

Itanhangá: Vereadores aprovam projetos e indicações antes do recesso