Itanhangá: Lei aprovada não obriga pessoas com covid a usarem pulseira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Foto: ITA Notícias/Angelo Destri

Entre tantas medidas que seriam tomadas para reduzir os casos de covid-19, aqui em Itanhangá, uma delas seria o uso obrigatório de uma pulseira, por pessoas que estivessem em isolamento domiciliar ou testados positivo.

O projeto aprovado na última sessão da Câmara de Vereadores, realizada ontem, dia 07/06, não obriga as pessoas a usarem uma pulseira, ou seja, é facultado ao contaminado usar ou não.

Nas redes sociais muitos se pronunciaram e ficaram indignados com o projeto, que segundo a grande maioria, não vai servir pra nada.

A Vereadora Elza, fez um aditivo no projeto multando em R4 500,00 reais que for pego com fora do isolamento com a pulseira e R$ 1.000,00, quem não estiver com a pulseira e descumprindo o isolamento.

Na reunião realizada no último dia 31/05, foi definido que seriam contratados mais pessoas para trabalhar na Vigilância Sanitária e seguranças para estarem fiscalizando aglomerações em sítios, chácaras, beira de rio e festas particulares, mas até agora não se tem informações se isto foi feito.

Fonte: ITA Notícias

Fonte: ITA Notícias