Itanhangá: INDEA orienta a não comprar plantas de ambulantes

Crédito: Divulgação

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea), orienta a população em geral para que não comprem mudas de frutas, flores ou plantas ornamentais de ambulantes, pois o risco de disseminação de doenças é muito grande.

Foram apreendidas, no primeiro semestre deste ano, 1.978 mudas que estavam sendo transportadas para a venda, sem a devida procedência, em oito flagrantes registrados nos municípios do estado. A comercialização ambulante de sementes, mudas e plantas, sejam frutíferas ou ornamentais, é proibida em Mato Grosso desde 2010.

A prática de vender nas ruas e avenidas qualquer material vegetal sem procedência, utilizando caminhões, caminhonetes e carros de passeio como ponto de exposição e transporte, é vedada devido ao risco de serem introduzidas ou disseminadas no Estado pragas ainda não existentes, que causem perdas na produção agrícola e prejuízos econômicos aos produtores rurais.

“A lei estabelece que, nesses casos, a penalidade é a destruição dos materiais postos a venda ilegalmente, não cabendo ao infrator qualquer tipo de indenização, e ainda multa em mais de R$ 39 mil. Sementes, mudas e plantas só podem ser adquiridas em estabelecimentos comerciais certificados e inscritos no Registro Nacional de Sementes e Mudas e no Indea”, afirmou a coordenadora de Defesa Sanitária Vegetal do Indea, Silvana Amaral.

NÃO adquira mudas oriundas de comércio ambulante, pois não possuem:

  • origem comprovada;
  • garantia de identidade,
  • garantia de qualidade;
  • garantia de sanidade; e
  • garantia de produtividade.

Denúncia

O cidadão que flagrar a venda ilegal de mudas pode fazer uma denúncia diretamente em uma das unidades locais do Indea/MT presente em 139 municípios do Estado ou na ouvidoria setorial do Indea pelos telefones: (65) 3613-6054 ou 0800 647 9990.

Fonte: ITA Notícias

Escrito por: Angelo Destri

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Pai não abre a porta e filho o encontra morto dentro do quarto

Itanhangá: Câmara de vereadores aprova e Agrovila Monte Alto passa a ser perímetro urbano

Itanhangá: Caminhoneiro perde controle e caminhão tomba na MT 338

Polícia descarta “preliminarmente envolvimento de ex-marido” na morte de filha de deputado

Sorriso é a cidade com maior taxa de estupros no país

Filha do deputado Gilberto Cattani é assassinada a tiros