Itanhangá: Governo do Estado assina contrato para implantar radiocomunicação digital

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: SECOM-MT

A radiocomunicação digital será implantada em mais 50 municípios de Mato Grosso. O contrato para aquisição dos equipamentos necessários foi assinado nesta quinta-feira (10.06), no gabinete do governador do Estado, Mauro Mendes. São R$ 25 milhões em investimentos que contemplarão cinco Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp’s): Rondonópolis, Primavera do Leste, Nova Mutum, Sinop e Barra do Garças.

Esta é a terceira etapa do projeto, que prevê a radiocomunicação digital funcionando em todo o estado até 2022. Até o momento, a tecnologia já está ativa em toda a Baixada Cuiabana (15 municípios).

Com a assinatura do contrato, a empresa Teltronic providenciará os equipamentos e a previsão é que sejam enviados em 30 de julho deste ano. Estão incluídos neste contrato 90 Estações Rádio Base (ERB’s), cinco placas ASC, 129 rádios fixos, 126 rádios móveis, 865 rádios portáteis, 90 enlaces de rádio e 1.132 terminais de rádio.

Municípios contemplados

Serão contemplados os municípios: Itanhangá, Sinop, Tapurah, Feliz Natal, Sorriso, Nova Ubiratã, União do Sul, Santa Carmem, Cláudia, Ipiranga do Norte e Vera (Risp 3); Rondonópolis, Jaciara, Tesouro, São José do Povo, Guiratinga, Pedra Preta, Dom Aquino, Itiquira, São Pedro da Cipa, Juscimeira, Alto Araguaia, Ponte Branca, Araguainha, Alto Taquari, Alto Garças (Risp 4); Primavera do Leste, Campo Verde, Poxoréu, Santo Antônio do Leste, Gaúcha do Norte, Paranatinga (Risp 11); Nova Mutum, Diamantino, Arenápolis, Alto Paraguai, Santo Afonso, Nova Marilândia, Nortelândia, Nova Maringá, São José do Rio Claro, Lucas do Rio Verde, Santa Rita do Trivelato (Risp 14); Barra do Garças, Araguaiana, Pontal do Araguaia, Torixoréu, Ribeirãozinho, General Carneiro e Novo São Joaquim (Risp 5).

Para o governador Mauro Mendes, o sistema de segurança de Mato Grosso está cada vez mais fortalecido. “A radiocomunicação digital traz mais segurança para as operações das forças de segurança, ou seja, melhores condições para que esse trabalho seja feito usando a tecnologia e a inteligência”. Ele também reforçou que expandir a ferramenta aos demais municípios é uma prioridade da gestão.

Fonte: SECOM-MT