Itanhangá: Cadeia produtiva de gado leite e corte é tema de Dia de Campo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Assessoria Prefeitura de Itanhangá

No último dia 25 de novembro aconteceu em Itanhangá, pelo segundo ano consecutivo o Dia de Campo da Bacia Leiteira e Gado de Corte, uma parceria entre a Administração Municipal através da Secretaria de Agricultura e Meio ambiente, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE e Empresa Mato-Grossense de Pesquisa Assistência e Extensão Rural – EMPAER. O objetivo é fomentar na região a cadeia produtiva do leite.

O propósito das entidades é fornecer suporte para os produtores rurais, fomentar o auxílio técnico para tratar do desenvolvimento da cadeia leiteira na região. A ideia foi fornecer informações e trocas de experiências entre os agricultores e os representantes da cadeia produtiva do leite e de gado de corte sobre os trabalhos realizados e ainda incentivar a formação de novos produtores.

Os produtores de Itanhangá produzem em média mais de 150 mil litros ao mês, com a ajuda dos técnicos e conhecimentos é ampliar a produção, custeando os gastos e dando mais qualidade ao leite produzido. Os técnicos das entidades estão preparados para dar suporte a todos os produtores que queiram se desenvolver e aumentar o setor leiteiro e gado de corte. Todo leite produzido é encaminhado a Coopernova, em Terra Nova do Norte, onde é industrializado e segue para a comercialização.

O prefeito municipal, Edu Pascoski ressaltou que a cadeia leiteira na região tem grande potencial para crescer. “Queremos fortalecer e valorizar o mercado lácteo de Mato Grosso e por isso precisamos dar condições para os produtores. Temos excelentes técnicos e parcerias, pessoas que trabalham, conhecem e se dedicam a buscar soluções”, explicou o prefeito.

Fonte: Redação/Assessoria Prefeitura de Itanhangá

Mais notícias

cigarrinahaa

Cigarrinha nas lavouras de milho preocupa agricultores e vazio sanitário é cogitado

colhetttt

Três colheitadeiras são destruídas pelo fogo em quatro dias. Vídeos

indio

Mato Grosso: Indígenas Xavante colhem mais de 100 toneladas de arroz

mudas

Indea alerta que venda ambulante de mudas e sementes ameaça a agricultura de MT

raio

Raio mata 13 cabeças de gado e um equino em sítio. Vídeo

agroo

Projeto de Lei quer liberação de comércio de defensivos em todo Mercosul

%d blogueiros gostam disto: