Indígena estuprou e afogou menina de 5 anos até a morte

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Reprodução

Um homem indígena, de 20 anos, confessou ter estuprado e matado uma menina de 5 anos. O crime aconteceu em Parintins (AM), na última segunda-feira (14), e revoltou a população local.

O corpo da vítima foi encontrado na última terça-feira (15), amarrado às próprias roubas, no fundo de um rio na Comunidade Betel. A captura do acusado foi feita pelos familiares da menina, que receberam a localização do autor do crime através de crianças que testemunharam a ação violenta.

O homem chegou a ser espancado por populares e precisou ser levado para um hospital. Ele confessou ter cometido o crime, alegando que estava bêbado.

O indígena detalhou que atraiu a criança usando o celular, chamando a menina para olhar a tela. Em seguida, agarrou e praticou a violência sexual. Para não deixar rastros, afogou a garotinha no rio e amarrou as roupas para dificultar a localização do cadáver.

Fonte: Repórter MT