Indea prorroga prazo de vacinação obrigatória contra brucelose

Crédito: Reprodução

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea) ampliou em Mato Grosso o prazo da campanha de vacinação obrigatória contra a brucelose em bezerras de três a oito meses. Com a alteração, os pecuaristas terão até o dia 31 de julho para adquirir e providenciar a aplicação da vacina, e até o dia 02 de agosto para apresentar à autarquia o atestado de vacinação contra brucelose, emitido por médico veterinário.

A prorrogação do prazo foi definida por causa da falta de vacina contra a brucelose em todo o País. Mato Grosso possui 34,3 milhões de bovinos e, segundo estimativa do Indea, aproximadamente quatro milhões desse número são bezerras na idade determinada para a vacinação contra a brucelose.

Segundo o coordenador de Sanidade Animal do Indea, João Marcelo Néspoli, a brucelose é uma doença perigosa e que traz prejuízos tanto para a saúde animal e pública. Na vaca pode causar aborto do feto e retenção de placenta depois do parto, e no touro pode ter uma inflamação nos testículos e ficar estéril.

“Nos humanos, se uma pessoa tomar um leite cru de vaca com brucelose ela pode adoecer. E quem lida diariamente com o animal está mais exposto à doença pelo contato com secreções e restos de parto e aborto de vaca doente, que tem grande quantidade de bactéria da brucelose”, relata o médico veterinário do Indea.

O produtor rural do estado que não vacinar fica sujeito a multa de 1 Unidade Padrão Fiscal (UPF/MT) por animal, no valor de R$ 229,76.

Para controlar essa doença, no Brasil, desde 2001, o criador de gado e de búfalo é obrigado a vacinar todas as fêmeas do rebanho entre três e oito meses de vida. Além de abater aqueles que estão comprovadamente doentes.

Fonte: INDEA-MT

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Pecuária leiteira é a mais ativa na agricultura familiar de MT

Mato Grosso impulsiona média de produtividade nacional de milho

Mais de quinze toneladas de sementes irregulares apreendidas em fiscalização do Indea são destruídas

Moratória da Soja: Congresso analisa abertura de CPI Mista para investigar atuação de ONGS

Custos da soja em Mato Grosso sobem impulsionados pelos fertilizantes

Governo de MT lança linha de crédito de até R$ 1,5 milhão para pequenos produtores