Indea apura mortalidade de abelhas em Sinop e Sorriso

Crédito: Reprodução

Servidores do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) estão apurando a mortalidade de abelhas nas cidades de Sorriso e Sinop.

Equipes da autarquia, formadas por médicos veterinários, agrônomos e agentes de defesa sanitária animal, estão visitando nas duas cidades propriedades rurais que desenvolvem atividades da apicultura e que foram registradas as altas mortandades dos insetos. Nessas visitas os servidores têm coletado amostras e realizado análise dos insetos nas caixas de colmeias. O material coletado será enviado ao Instituto Biológico, que é um centro de pesquisa do Governo de São Paulo, referência nacional na área de pesquisa agrícola.

De acordo com a médica veterinária e uma das responsáveis pelo ‘Programa de Sanidade Apícola do Indea’, Érika Gleice Menezes Nascimento, as mortes em Sorriso foram detectadas em um raio entre 15 a 20 quilômetros. As espécies de abelhas atingidas foram as abelhas nativas sem ferrão e as africanas.
Os servidores do Estado pesquisam se os insetos apresentam algum indício de sofrerem danos em decorrência de intoxicação, bactérias, fungos, vírus, dentre outros.

Todo o material colhido será enviado para São Paulo por aeronave e tempo estimado para conclusão do laudo é de até 30 dias.

Fonte: INDEA-MT

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Moratória da Soja: Congresso analisa abertura de CPI Mista para investigar atuação de ONGS

Custos da soja em Mato Grosso sobem impulsionados pelos fertilizantes

Governo de MT lança linha de crédito de até R$ 1,5 milhão para pequenos produtores

COMISSÃO DEBATE MORATÓRIA DA SOJA E DA CARNE E CONSEQUÊNCIAS PARA OS MUNICÍPIOS DA AMAZÔNIA LEGAL

Jornalistas conhecem dados que mostram sustentabilidade da agricultura

Crise energética barra expansão da área irrigada em MT