Homem é executado e atirador diz que matou para vingar estupro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Agora MT

Um homem de 48 anos, identificado como Waldir Jose da Silva Ferreira, foi assassinado a tiros na noite de segunda-feira (28) em Barra do Garças. O atirador foi preso e confessou ter assassinado a vítima para se vingar de um suposto estupro cometido contra sua filha.

Conforme a imprensa local, Waldir foi chamado no portão de casa pelo atirador. Ao sair, foi atingido por vários disparos no tórax e braços.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou Waldir para o hospital. Mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho da unidade.

De acordo com a Polícia Militar, a equipe coletou as informações sobre o carro em que o atirador fugiu – um Fiat Uno vermelho – e conseguiu localizá-lo em um bairro próximo de onde o crime foi cometido.

Dentro do carro, segundo o relato policial, foram encontrados um revólver calibre 38, possivelmente usado para cometer o crime, dois cheques no valor de R$ 11,1 mil e vários cartões de crédito.

O homem assumiu a autoria do crime e disse que o cometeu porque Waldir teria estuprado sua filha. A denúncia será investigada Pela Polícia Civil.

Segundo os policiais, o atirador teria tentado se livrar da arma, mas não conseguiu.

A equipe da Politec (Perícia Oficial de identificação Técnica) foi acionada e realizou os procedimentos de perícia no local.

A Polícia Civil acompanha o caso.

Fonte: Mídia News

Mais notícias

asaaaaaa

Polícia Civil prende em flagrante jovem que matou mulher a facadas

paradddd]

Tapurah: Jovem bate em veículo parado, foge, bate novamente e é preso

dumbo

PF prende traficantes que movimentaram R$ 350 milhões

Soja recuperada

Carga de soja roubada avaliada em 180 mil é recuperada pela Polícia Civil

passaaaa

Homens arrombam porta de casa e matam homem com diversas passagens

fossa

Jovem é assassinado e corpo jogado em fossa

%d blogueiros gostam disto: