Enfermeiro é assassinado e queimado após ser atacado por cinco pessoas em zona rural

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Um enfermeiro de 59 anos, identificado como Benedito Donizete Gumieri, morreu na tarde desta quinta-feira (31) após ser atacado e assassinado por cinco pessoas que ainda atearam fogo em seu corpo, na zona rural do município de Castanheira.

De acordo com a polícia, uma guarnição foi acionada pela testemunha que encontrou o corpo por volta das 13h. A testemunha estava tratando do gado quando viu que quatro homens e uma mulher desceram de um veículo, a alguns metros de onde estava, e começaram a dar pauladas em alguém. Os cinco suspeitos ainda atearam fogo na vítima e entraram em um carro branco e fugiram.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também foi acionada. Os peritos afirmaram que o homem estava amordaçado, com as mãos amarradas e com sinais de perfuração por objeto cortante e hematomas na cabeça, possivelmente provocados pelas pauladas. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Juína.

A PM ainda fez buscas pela rodovia MT-170 e encontraram o veículo da fuga batido no muro de uma casa, em Juína. Elizangela Aparecida Monari de 18 anos, Maicon de Almeida Santana de 20 anos e um adolescente foram detidos por policiais da Delegacia de Juína ainda na quinta-feira (31). Os outros suspeitos ainda estão foragidos.

Fonte: Olhar Direto