Energisa e Aprosoja fazem alerta sobre segurança a produtores em Mato Grosso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Divulgação

A Energisa buscou parceria com a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso, para levar informações sobre os principais riscos da operação no campo quando ela envolver redes elétricas. Com o apoio da associação, a empresa produziu um vídeo que vem sendo exibido durante o Circuito Aprosoja, que está na décima sexta edição. O circuito passa por todas as regiões do estado, alcançando 29 cidades e mais de cinco mil pessoas. O evento começou no último dia 25 de abril em Cláudia e será encerrado no dia 06 de junho em Cuiabá.

Para a distribuidora, a importância da parceria é criar uma linguagem cada vez mais assertiva para quem vive no campo. “Nós temos a dimensão técnica dos principais ofensores que geram acidentes no campo. Já a associação tem essa conexão direta com trabalhadores, empresas, produtores. E a mensagem ficou objetiva. O nosso produtor sabe fazer bem o que faz, com qualidade. Gera alimento pro mundo todo. Mas pra ele começar o dia bem e voltar pra casa e pra sua família, precisa ficar atento aos detalhes. São eles que geram um diferencial na hora da prevenção de acidentes”, explicou Victor Hugo Amorim, coordenador de Saúde e Segurança da Energisa em Mato Grosso.

No primeiro trimestre, foram registrados quase 60 acidentes envolvendo operações no campo no estado.

As principais ações de prevenção são:

– Quando for descarregar alguma carga próxima à uma rede elétrica, verifique antes se a caçamba do caminhão irá pegar nessa rede.

– Quando for subir em capotas ou carrocerias, olhe atentamente se há algum fio próximo.

– Na lavoura, verifique se a barra do pulverizador ou o cano da colheitadeira está abaixada antes de passar por uma rede elétrica.

– Não faça queimadas próximas das redes.

– Use equipamentos adequados para eletrificar cercas e sinalize-a a cada cem metros. De preferência, contrate um eletricista qualificado.

– Deixe intervalos entre as cercas de arames localizadas sob a rede elétrica.

– Não toque em animais que levaram choque.

– Vistorie com frequência as instalações elétricas da sua propriedade.

Fonte: Folha Max

Mais notícias

confinamento

Pecuaristas começam o confinamento dos bois em MT

aftosa

Mapa suspende vacinação da febre aftosa em Mato Grosso a partir de novembro

fertili

Setores ligados a fertilizantes pedem incentivos para diminuir importações

copolla

Tapurah: Caio Copolla fará palestra hoje, 27/04 no Circuito Aprosoja

porqui

Projeto que autoriza caça esportiva em MT tem objetivo do controlar invasões de porcos selvagens em lavouras

safrinha

Estiagem já causa perdas consolidadas na safrinha de milho

%d blogueiros gostam disto: