Empresário e funcionária são torturados e degolados dentro de casa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Nortão On Line

O empresário Cleyton de Oliveira, 33 anos, conhecido como “Cleitinho”, e sua funcionária, Ana Cristina Correia dos Santos, 50 anos, foram degolados e os corpos encontrados, com indícios de tortura, dentro da casa dele, na manhã desta quarta-feira (1º) – no Centro de nova Guarita.

Os corpos foram encontrados pela esposa do empresário, que chegou em casa por volta das 10h30 e encontrou os corpos numa poça de sangue no escritório da residência.

A testemunha acionou a Polícia Militar (PM) que compareceu ao endereço, constatou a veracidade da denúncia e comunicou o fato à Delegacia de Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

A mulher não soube apontar quem poderia ter cometido o crime ou ainda se o marido teria sofrido alguma ameaça ou se desentendido com alguém.

Os peritos analisaram as condições em que encontraram os corpos no imóvel, caídos de bruços em meio a uma grande poça de sangue. As vítimas ainda tinham cortes profundos no pescoço e um fio amarrado.

O imóvel ainda foi periciado para que fossem coletadas evidências que ajudem a determinar as circunstâncias do duplo homicídio e a autoria do crime.

Durante o trabalho foi verificado que, inicialmente, nada da residência foi roubado. Os dois carros do empresário estavam na garagem e a mulher dele não deu falta de nada. Isso afasta um possível caso de latrocínio, roubo seguido de morte.

 

Fonte: Repórter MT