Duas onças são atropeladas ao tentar atravessar rodovia

Crédito: Reprodução

O corpo de uma onça pintada, esticado, na pista da MT 170, entre Juína e Castanheira, chamou a atenção dos motoristas que faziam o trecho entre as duas cidades entre o final da tarde e início da noite neste domingo, 12.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o animal, morto, e nos comentários de alguns as questões sobre o tema que estão presentes em vários debates, entre elas a falta de uma medidas concretas de proteção aos animais silvestres.

Com o avanço dos desmatamentos e consequente diminuição de seu habitat natural, esses animais costumam sair, sendo encontrados, muitas vezes, até nas zonas urbanas.

Entre Juína e Castanheira, e vice-versa, alguns felinos tem sido vistos por motoristas mais recentemente e a onça morta pode estar entre esses, uma vez que o trajeto é incluído nas narrativas. O incidente, com autoria desconhecida, ocorreu próximo ao Córrego das Pedras, no trecho final da MT 170 nos limites de Juína.

Outro caso:

Uma onça pintada foi atropelada no início da noite desta sexta-feira (10), por volta das 18h00, na MT-235, que liga Nova Mutum a Santa Rita do Trivelato/MT.

Uma família seguia de Nova Mutum sentido a uma fazenda onde residem, quando ao passar pela ponte do Rio dos Patos, o animal saiu do mato e atravessou a frente do carro.

O condutor do veículo não teve tempo de desviar nem mesmo frear, foi tudo muito rápido, com a colisão a onça não resistiu e morreu na hora.

Como todos os ocupantes do veículo usavam cinto de segurança, ninguém ficou ferido apenas danos materiais.

Fonte: Juína News/Power Mix

Mais notícias

Caminhoneiro morre eletrocutado ao tentar salvar boi em carreta

Itanhangá: Projetos e indicações foram votadas na ultima sessão da Câmara De Vereadores

Homem morre em colisão entre motos e dois estão hospitalizados

Governo de MT entrega 281 km de asfalto novo da MT-140

Sistema para ressarcir golpes do pix vai mudar; Veja dicas

Tabaporã: Cabo PM de folga evita linchamento com possível assassinato brutal