Dono e gerente de boate são presos acusados de prostituição

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A Polícia Militar de Tangará da Serra (251 km a Noroeste de Cuiabá) prendeu, na segunda-feira (31), o proprietário e o gerente de uma casa de shows, na região central da cidade.

Eles são acusados de permitir a prostituição de uma menor de 17 anos. Os nomes dos dois homens não foram divulgados.

Segundo as informações, os PMs receberam a denúncia de que havia um desentendimento entre funcionários e o dono da boate e que haveria uso de drogas no local.

Ao chegarem no estabelecimento, os policiais flagraram a adolescente de 17 anos. O local era proibido para menores.

Aos policiais, a adolescente disse que se prostituía e que estava na casa de shows desde sexta-feira (28), fazendo uso de entorpecentes e álcool, com autorização do dono e do gerente.

Os policiais não localizaram os pais da menor, que foi entregue ao Conselho Tutelar.

O dono e o gerente da casa foram presos e encaminhados à delegacia.

Eles deverão responder por exploração sexual de menores e adolescentes e, se condenados, podem pegar de 6 a 12 anos de prisão.

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Tangará da Serra investiga o caso.

Fonte: MídiaNews