Corpo de Bombeiros localiza corpo de jovem que se afogou no Rio Verde

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Reprodução

Os militares do Corpo de Bombeiros de Lucas do Rio Verde localizaram nesta manhã (06) o corpo de Natanael Aparecido da Silva, 29. Ele foi vítima de afogamento na região conhecida como ‘Pedreira’, no Rio Verde. O fato aconteceu na tarde do último domingo (03).

Desde então, militares da 13ª CIBM passaram a fazer buscas no local onde Natanael havia sido pela última vez e em locais para o onde o corpo poderia ter sido levado pela correnteza. Na segunda e terça-feira as buscas foram ampliadas, mas os dois dias terminaram sem a localização do corpo. Nesta quarta-feira logo que iniciaram as buscas, os bombeiros localizaram o corpo de Natanael.

“O corpo já tinha emergido, estava boiando próximo uma região bem de remanso, preso em umas galhadas. O local fica há cerca de três quilômetros e meio mais ou menos do ponto onde ele sumiu”, informou major Alex Queiroz, comandante do Corpo de Bombeiros.

Sepultamento

O oficial do Corpo de Bombeiros disse que os militares se solidarizam com a dor dos familiares e o resgate do corpo serve para que os familiares possam fazer os procedimentos fúnebres.

Afogamento

Durante o período para organizar as buscas, os militares conversaram com amigos de Natanael. Eles informaram que o rapaz se afogou logo após o grupo chegar à região da Pedreira.

“Eles tinham acabado de chegar ao rio e ele tentou fazer uma travessia. E nisso ele não conseguiu nadar de volta e aí acabou afogando”, lamenta o major.

Inapropriado para banho

O comandante do Corpo de Bombeiros voltou a reforçar que o Rio Verde não possui locais apropriados para banho. Contudo, não são raros os casos de afogamento na região, que é bastante frequentada por banhistas.

“Essas ocorrências, esses acontecimentos vêm se repetindo, ano a ano, várias vezes ao ano inclusive. E a gente orienta que as pessoas que já conhecem esse local, sabe que é um local extremamente perigoso, várias pessoas já perderam a vida ali e não é um local pra banho, não é um local pra trazer a família, não é um local pra ser frequentado”, alerta o oficial. “É um rio que aparentemente é calmo, porém ele não tem áreas propícias pra banho. Ele tem muitas pedras, muitos barrancos também. Ao mesmo tempo que você parece que está numa região rasa, de repente você já encontra uma região um pouco mais profunda”, acrescenta, destacando que essas características tornam o Rio Verde impróprio para banhos.

Fonte: CenárioMT

Mais notícias

seleti

Itanhangá: Prefeitura divulga Processo Seletivo em diversas áreas

acessibilidade

Proposta torna obrigatória comprovação de acessibilidade para liberação de eventos em MT

geada campo

Campo Novo Do Parecis: Zona rural registra geada e estação meteorológica em fazenda marca 1ºC

Operação parador 27

Operação contra exploração sexual prende 120 pessoas em Mato Grosso

pneu

Mulher morre após pneu de caminhão pipa passa por cima de moto

8f9c164ab7ca94acc215d982c07c3e32

Polícia prende acusado de torturar e mutilar esposa; bebe é resgatado

%d blogueiros gostam disto: