Carreta pega fogo após acidente em rodovia; uma pessoa morre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Ontem (01/09) por volta das 21:40, a PM de Itanhangá foi acionada para comparecer no loteamento Nicole, pois os vizinhos estavam escutando gritos e pedidos de socorro.

Quando a polícia chegou ao local o suspeito O. S. S e a vítima A. P. V. C estavam na residência, a vítima relatou a polícia que o seu companheiro saiu para trabalhar e quando voltou estava muito irritado, e foi quando eles começaram com a discussão que logo em seguida ele começou a desferir vários golpes em sua face, e teria também tentado agredir seus filhos, N. V. S de 06 anos, C. H. V. S de 08 anos e V. V. S de 12 anos.

Devido aos golpes que a vítima sofreu, foi encaminhada ao Hospital Regional de Sorriso para ficar em observação médica, já que a mesma relatou não estar enxergando muito bem. As crianças estão sob os cuidados do Conselho Tutelar e disseram ter sofrido agressão do pai também.

O suspeito já tem várias passagens pela polícia como tráfico, vias de fato e violência doméstica inclusive com a mesma companheira. O suspeito relatou que sofreu uma tentativa de homicídio na cidade de Sorriso.

O suspeito foi encaminhado para a Del. Pol. de Tapurah para serem tomadas as devidas providencias sobre o caso.

Fonte: Uma pessoa ainda não identificada morreu e outra ficou ferida em um grave acidente envolvendo uma carreta e dois caminhões na BR-364, próximo ao Município de Jangada na manhã deste sábado (2). De acordo com a Rota do Oeste, concessionária que administra a rodovia, na colisão, a carreta – que estava carregada de adubo - pegou fogo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu apagar as chamas. Ainda não se sabe se a vítima fatal estava na carreta ou nos caminhões. Não há informações sobre demais vítimas. Conforme a Rota Oeste, o acidente ocorreu por volta de 6h30. A pista está interditada nos dois sentidos. Há congestionamento no local. Não há previsão para liberação da via. As causas da colisão serão investigadas pela Polícia Civil.