Brasnorte: Vereadores, empresários e produtores rurais se mobilizam contra ameaça de invasão de terras

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Reprodução

onas Vinícios de Lima, o conhecido Jonas do Sem Terra, tem pouca ou quase nenhuma leitura. O que ele tem de sobra é uma surpreende capacidade de convencimento. Dono de uma boa lábia, ele seduz ingênuas – ou nem tanto – criaturas que sonham com um pedaço de terra a custo zero. Habilidoso, Jonas mira uma fazenda e instiga famílias em situação de miséria social a invadi-la.

Assim aconteceu na gleba Pecuama, em uma APP do Antonio Conselheiro e a cena pode se repetir no assentamento Betel Canaã em Arenápolis. O projeto ambicioso do notório grileiro, no entanto, é invadir a gleba Tibagi e uma área do Banco da Terra, em Brasnorte.

Atrevido, Jonas disparou áudios em grupos de Whatsapp para convidar interessados em participar da invasão da Tibagi. A reação das mais de duas mil famílias que residem e trabalham na localidade há mais de 30 anos foi imediata.

Na última quarta feira (9), sob clima de alta temperatura, foi realizada uma reunião na Tibagi.

Vereadores, empresários, lideranças politicas e de classe e produtores rurais fizeram inflamados discursos contra o grileiro Jonas do Sem Terra.

Os presentes foram unanimes em alertar que estão dispostos e preparados para exercer o direito previsto no Artigo 1.200 do Código Civil, que assegura “ao possuidor turbado, ou esbulhado, manter-se ou restituir-se por sua própria força, contanto que o faça logo”.

“Não vamos permitir que nossas propriedades sejam invadidas para depois expulsar os invasores. Vamos impedir a entrada desse bando de marginais comandados pelo tal de Jonas”, alertou um morador da Tibagi.

Vereador Norberto de Paula

O vereador Dr Norberto discursou em nome de todos os produtores rurais de Brasnorte. “Estamos aqui para repudiar a ação de Jonas. Brasnorte não tem espaço para MST e grileiros de terra. Os poderes legislativo e executivo e produtores rurais aqui unidos contra esses invasores”, alertou o parlamentar e emendou “Vamos respeitar o direito de propriedade, Brasnorte não tem espaço para MST”.

Marcelo Raiz

O produtor rural Marcelo Raiz mandou um recado direto a Jonas do Sem Terra e afirmou que os moradores que ocupam a área a mais de 30 anos estão unidos, mobilizados e esperando que os grileiros se aproximem de suas propriedades. Raiz ainda criticou páginas na internet que estariam dando voz ao grileiro Jonas.

Vereador Manico

O vereador Manico ressaltou a importância da união da comunidade na defesa de suas propriedades. O parlamentar é um dos pioneiros da gleba Tibagi. Ele recordou que problemas dessa natureza, ameaças de invasão já aconteceram outras vezes. “Quero deixar bem claro que aqui não tem espaço para grileiro de terra”, disse.

Vereador Reginaldo Carreirinha

Destemido e em cima de seu direito, o parlamentar mandou um duro recado a Jonas. “Não adianta o senhor balançar a moita. O povo está unido e não será você que vai tirar a paz da comunidade e tomar nossas propriedades”. Reginaldo ainda fez um alerta aos seguidores de Jonas. “Você, cidadão de bem, não na conversa desse marginal chamado Jonas. Não vem porque aqui as terras estão consolidadas e tem famílias trabalhando há 30 anos aqui dentro”, concluiu.

Enivaldo Mota

O presidente da Associação Brasil Novo, Enivaldo Mota, também mandou um recado a Jonas. “Se você quiser vir, pode vir. Estamos aqui preparados e o povo não arreda pra você. Aqui ninguém afrouxa pra você”.

Fonte: Repórter em Ação

Mais notícias

incraaa

Bolsonaro diz que Incra não pode parar

62a5fff9dd6de971c7eae289eaafd34a

Padrasto é preso por estupro de criança de nove anos

fefa31156abe0ef1e884461f4e195d40

Brasnorte: Caminhonete capota em rodovia de MT e duas pessoas morrem

delson

Motorista morre e passageira fica ferida em grave acidente entre 3 veículos na BR-163

alt 8

Itanhangá: Festa do padroeiro de Monte Alto reuniu grande quantidade de pessoas. Fotos

fonti

Homem morre após colisão entre moto e caminhão na BR-163

%d blogueiros gostam disto: