Bombeiro confessa que pilotava helicóptero carregado de droga

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Reprodução

O terceiro sargento do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Alberto Ribeiro Pinto Júnior, de 45 anos, confessou que estava pilotando o helicóptero encontrado carregado de cocaína em Poconé, no início da semana.

Ele foi preso na tarde de quarta-feira (4) no Município.

A aeronave modelo Robinson R44 foi encontrada no domingo (1°) – parcialmente destruída – na zona rural de Poconé. Nela foram apreendidos 280 quilos de cocaína.

O sargento foi localizado por homens do Corpo de Bombeiros que estavam na região combatendo focos de calor.

Conforme os bombeiros, ele estava bastante debilitado. Sabendo da queda da aeronave dias antes, a equipe o encaminhou para a delegacia.

Apesar de não ter sido encontrado documento funcional que comprovasse que ele pertence ao Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, a Polícia Civil confirmou essa informação.

 O helicóptero está registrado no nome do policial civil do Distrito Federal, Ronney Sampaio. No entanto, ele negou as informações.

O policial contou que a aeronave era dele, mas que no dia 21 de maio deste ano vendeu para um homem que mora em Mato Grosso do Sul.

Fonte: Mídia News