Após prisão de professor, mais 3 pessoas o denunciam à Polícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O professor S.W.A., de 39 anos, preso anteontem em Sinop, após marcar um encontro com um garoto de 12 anos, confessou durante interrogatório que sente atração por crianças e adolescentes do sexo masculino. Desde a divulgação do caso, mais supostas vítimas apareceram.

“Gosto de adolescentes de 11 a 13 anos”, disse à Polícia Civil, conforme relato do delegado Carlos Eduardo Muniz. Ao todo, quatro inquéritos foram instaurados contra o acusado e suspeita-se que ele possa ter feito mais vítimas.

De acordo com o delegado, após veiculação do caso na imprensa, mais três vítimas compareceram à delegacia. Agora, quatro inquéritos policiais correm contra o professor.

“Após divulgação de matérias, três vítimas apareceram aqui. Essas vítimas confessaram o abuso, ou seja, relataram que ele teria praticado sexo oral nesses adolescentes”, disse o delegado.

O professor está detido no Presídio Ferrugem, no Município.

O caso

O flagrante ocorreu na segunda-feira (31), depois que a cunhada de um menino de 12 anos compareceu à Delegacia para denunciar que o adolescente era aliciado pelo professor, por meio de mensagens via WhatsApp.

O garoto é aluno da escola onde o suspeito leciona Português. O professou foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável.

Entre as provas, estão conversas mantidas entre o professor e o adolescente, incluindo fotos e um vídeo do suspeito se masturbando. Nas mensagens, o pedófilo havia marcado encontro com o garoto naquele dia.

Os policiais iniciaram monitoramente no local combinado nas mensagens, até que avistaram um Pálio preto, que se aproximou do menino e o pegou para dar umas voltas. Neste momento, o suspeito foi abordado pelos policiais e recebeu voz de prisão.

Outro lado

A escola onde o aliciador lecionava, emitiu uma nota informando que ele é acadêmico do terceiro semestre do curso de Letras da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), de Sinop, e é vinculado ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid).

Fonte: Midia News