Após morte de pai e irmão por covid, homem mata casal que os teria infectado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Reprodução

Três pessoas da mesma família foram baleadas, nesta terça-feira (17/8), em uma oficina de carros perto do estádio da cidade de Itumbiara, no sul de Goiás, a 213 quilômetros de Goiânia. O crime pode estar relacionado com as recentes mortes por Covid-19 de parentes do atirador.

Após o tiroteio desta terça, Flanklaber Silva e Silva, de 40 anos, morreu no local. A esposa dele, Marília Silva e Silva, de 37, foi levada para um hospital da cidade, mas também não resistiu. O filho, de 21 anos, levou um tiro na perna e está hospitalizado com traumatismo.

Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, o sobrevivente disse que dois parentes do atirador contraíram Covid-19 e morreram, após terem tido contato com a família dele. Por esse motivo, de acordo com relatos da testemunha, o criminoso se revoltou com a situação, imaginando que a contaminação teria se dado a partir desse encontro. Assim, ele foi ao local e atingiu a tiros a família.

“Esse jovem contou que eles já vinham sofrendo ameaças de morte, pois eram acusados de terem transmitido coronavírus para a família do atirador. Este estaria ali para vingar as mortes [por Covid] do seu pai e irmão”, explica o delegado Felipe Sala, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Itumbiara.

Fonte: Metrópoles