Após doença no fêmur, mãe faz apelo para conseguir cirurgia para filha que pode perder movimentos das pernas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Elisangela Cristina Pereira Brandão levava uma vida como de uma criança qualquer de 11 anos. Brincava na rua e tinha muitos sonhos. Entretanto, o seu destino pode ser alterado devido a uma doença no fêmur que atingiu a garota. Agora com 14 anos, diagnosticada com Epifisiólise ela precisa de uma cirurgia para que não perca os movimentos das pernas. A mãe Gleidilene Pereira da Silva, 40, faz um apelo para conseguir entrar com uma ação judicial para obrigar o Sistema Único de Saúde (SUS) a realizar o procedimento ou pede ajuda para conseguir custear. O valor fica em torno de R$ 68 mil.

A mãe Gleidilene é moradora do bairro Carrapicho em Várzea Grande. Ela tem no total de oito filhos. Quatro  já não moram com ela. Os demais tem idade entre 3 e 14 anos. Para garantir o sustento da família o marido trabalha durante a noite e ela faz serviços de frete e também atua como diarista.

A mãe contou como os primeiros sintomas apareceram. “Com 11 anos ela começou a sentir uma dor na área da virilha. Levei-a por diversas vezes no Pronto Socorro de Várzea Grande. Mas, os médicos receitavam antibióticos e nada se resolvia. Ela começou a mancar então me recomendaram leva-la em um ortopedista. Lá o especialista pediu um exame de raios-X. A principal suspeita era que o fêmur estivesse trincado. Porém um dia antes do exame ser feito, Elisangela insistiu para ir para igreja, e eu acabei deixando. Quando ela estava chegando em casa, acabou tropeçando e caiu de joelhos em uma pedra”, explica.

Ela conta que desde então a situação só piorou. “Depois deste acidente ela ficou 16 dias internada no PSM. Lá ela fez uma cirurgia onde foi colocado dois parafusos no fêmur de Elisangela”, explica.

Serviço

Quem tiver interesse de ajudar pode estar entrando em contato pelo telefone (65) 9266-6522.

Ajuda financeira pode ser depositada na seguinte conta:
Elisangela Cristina Pereira Brandão
Banco: Bradesco
Agência: 1263
Conta corrente: 0022833-8

Fonte: Olhar Direto