ALMT promove audiência pública para debater necessidade de porte de armas para atirador desportivo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Reprodução

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso irá promover no próximo dia 4 de abril, uma audiência pública para debater o risco da atividade e a efetiva necessidade do porte de armas de fogo aos CACs (Caçadores, Atiradores Esportivos e Colecionadores, integrantes da entidade de desporto).

 

Proposta pelo deputado estadual Gilberto Cattani (PL), a audiência servirá para discutir os riscos que um atirador desportista corre em transportar diariamente armas de fogo e munições.

 

“É importante fazer este reconhecimento, pois faz parte do cotidiano dos CAC’s a guarda e transporte de bens de alto valor e grande interesse de criminosos – armas e munições – e por não ter meios de defesa tornam-se presas fáceis a ataques durante sua rotina diária e particularmente vulneráveis quando entrando ou saindo de suas residências e locais de trabalho, deixando seu acervo totalmente exposto”, diz o requerimento protocolado por Cattani, que foi aprovado na sessão do último dia 23 de março.

 

“Impende destacar que, atualmente, os Colecionadores, Atiradores e Caçadores apenas fazem jus aos meios de autodefesa nos deslocamentos entre o local de guarda autorizado e os de treinamento, instrução, competição, manutenção, exposição, caça ou abate, porém não exista qualquer salvaguarda a sua integridade física fora destes deslocamentos previsto”, diz o documento.

 

A audiência, que irá acontecer às 14h na sala de comissões Sarita Baracat de Arruda, terá a participação de entidades desportivas, CACs, militares e sociedade civil.

 

Além da audiência, Cattani também protocolou na Assembleia Legislativa, o projeto de lei n°82/2022 com o objetivo de reconhecer o risco da atividade e a necessidade do porte de armas de fogo aos CACs em Mato Grosso.

 

A proposta foi apensada ao projeto de lei 39/2022, de autoria do deputado estadual Ulysses Moraes (União Brasil), que trata do mesmo tema e tramita desde o mês de fevereiro.

Fonte: ALMT

Mais notícias

pedra

Carroceria de bitrem se solta, atinge Hilux e dois morrem

seleti

Itanhangá: Prefeitura divulga Processo Seletivo em diversas áreas

acessibilidade

Proposta torna obrigatória comprovação de acessibilidade para liberação de eventos em MT

geada campo

Campo Novo Do Parecis: Zona rural registra geada e estação meteorológica em fazenda marca 1ºC

Operação parador 27

Operação contra exploração sexual prende 120 pessoas em Mato Grosso

pneu

Mulher morre após pneu de caminhão pipa passa por cima de moto

%d blogueiros gostam disto: