Itanhangá: Vereadores discutem implantação de câmaras de segurança e casas populares

Crédito: Sebastião Rodrigues

A seção da Câmara De Vereadores, aqui de Itanhangá, desta última segunda feira, 08/05, contou com a presença do Secretário Municipal de Obras, Jeferson da Silva (o jota) que fez uso da tribuna da câmara, para fazer um balanço de seu trabalho frente a pasta de obras, pautou os avanços e desafios enfrentado principalmente pela falta de recursos, falou ainda das melhorias em infraestrutura que vem fazendo nas comunidades, no distrito de Vila Simione, onde estão sendo implantado 400 metros de rede de água, coleta de lixo, entulhos, cascalhamento nas erosões e consertos da bica de água para coletar água, para iniciar serviços de molhar as ruas de Simone. Finalizou o secretário.

Já a vereadora Deise Cristina Davies do (PL) e o Vereador Gentil Piana do (PL) apresentaram resumo de suas visitas a Cuiabá, junto com o prefeito Municipal Edu Pascoski onde receberam do Governo do Estado 20 Câmeras do “Programa Vigia Mais – MT, que serão colocados em locais estratégicos de Itanhangá, a serem definidos pelo poder público municipal em parceria com a segurança pública do estado.

Também foram apresentadas indicações e projetos de autorias dos vereadores e do poder executivo, dentre os projetos debatidos, no uso da tribuna, o Vereador Marcel Meurer do (PP), cobrou do poder executivo do município, o cadastro no programa Ser Família Habitação do governo do estado, onde o executivo diz ser inviável realizar, pois não tem áreas publicas.

O vereador sugeriu o uso da área institucional da quadra 82, onde se encontra o campo de futebol 11, que não é usado a 18 anos, um elefante branco.

Argumentou ainda que temos loteamentos irregulares, onde existem áreas públicas a ser doadas e futuramente, fazer outro campo de futebol 11.

“Segundo o vereador Marcel Meurer, é necessário que isso seja feito com urgência, pois é um projeto para atender as famílias, que não têm condições de adquirir um imóvel e até mesmo de pagar aluguel.

Temos famílias que se dividem em casa de parentes e até mesmo de amigos, porque não têm sua casa própria”. Finalizou o vereador.

Fonte: ITA Notícias

Escrito por: Sebastião Rodrigues

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Tapurah: Polícia Civil prende em flagrante homem que fez imagens de vítimas nuas

TRE-MT regulamenta primeira eleição no município de Boa Esperança do Norte

Michelle Bolsonaro anuncia Amália Barros na presidência do PL Mulher em MT

Vereadora do PT tem contas bloqueadas para pagamento de indenização de quase R$ 11 mil a Cattani

Itanhangá: Assinaturas para que tenhamos voto impresso estão sendo colhidas

Medeiros chama vetos de Lula ao marco temporal de “insanos” e defende derrubada