3.787 ossos humanos são encontrados em casa de idoso serial killer e canibal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Divulgação

3.787 ossos foram encontrados enquanto investigadores de um serial killer e canibal desenterravam, ao menos, 17 vítimas. Os restos mortais estavam sob a casa de um açougueiro na Cidade do México. A revelação foi feita no sábado (12).

Os ossos estavam sob o piso de concreto do homem, identificado apenas como Andrés. Os restos mortais estavam fragmentados, sugerindo que os corpos foram cortados em pedaços minúsculos, dizem os promotores, citados pelos “Sun”. O corpo humano tem 206 ossos. O açougueiro aposentado, de 72 anos, teria comido partes de diversas vítimas. No tribunal, o idoso afirmou que arrancou a pele do rosto de uma das vítimas porque a achava “muito bonita”.

Andrés fez a afirmação doentia durante uma audiência de quatro horas no México, quando foi acusado de matar a esposa de um policial. Os promotores do Estado do México sugeriram que as descobertas podem não terminar aí, já que o trabalho de escavação, iniciado em meados de maio, ainda não terminou. Documentos de identidade e outros pertences de pessoas que desapareceram anos atrás foram encontrados na casa cheia de lixo, sugerindo que o rastro de assassinatos pode remontar a anos.

Fonte: Correio 24 Horas