ITANHANGÁ/MT, 21 de November, 2019.
(66) 98418-7171
Compartilhe nosso portal de notícias
Polícia recupera carga de carne avaliada em mais de R$ 500 mil
Foto: Divulgação

Duas pessoas envolvidas no desvio de uma carga de carne avaliada em R$ 520 mil foram presas em flagrante pela Polícia Civil na segunda-feira (12), durante investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

A ação resultou ainda na apreensão de dois veículos que davam apoio à ação.

O suspeito J.D.S.P e o motorista da carreta, E.R.G., foram autuados em flagrante pelos crimes de furto e associação criminosa. J.D.S.P. ofereceu dinheiro aos policiais para não ser preso e também responderá pelo crime de corrupção ativa.

As investigações começaram após os policiais da DRE receberem informações de que os suspeitos utilizariam um caminhão Mercedes Benz para transportar drogas na Rodovia dos Imigrantes, região do Trevo do Capão Grande.

Em monitoramento, os policiais viram o caminhão próximo ao galpão de uma empresa, com as portas da câmara fria abertas, conjugado com outro caminhão também com portas abertas.

Diante das suspeitas, os policiais mantiveram a vigilância do local conseguindo identificar dois veículos, um Toyota Corolla e um Chevrolet Cobalt, que acompanhavam e davam apoio à ação. Cerca de uma hora após o início do monitoramento, o caminhão saiu do galpão escoltado pelo Cobalt.

Os policiais seguiram a carreta, que foi estacionada próximo a empresa Energisa em Várzea Grande. Com base no monitoramento, os investigadores conseguiram identificar alguns integrantes da quadrilha e, por volta de 2 horas da manhã, realizaram a abordagem a J.D.S.P. em sua residência, no Bairro Hélio Ponce.

Questionado, o suspeito confessou que o caminhão estava com uma carga de carnes furtada, avaliada em cerca de R$ 520 mil, e que seria vendida pelos criminosos pelo valor de R$ 140 mil. No momento da prisão, ele ofereceu dinheiro aos policiais para que não fosse preso, cometendo também o crime de corrupção ativa.

Após a prisão do suspeito, os policiais conseguiram localizar o Corolla e o Cobalt na residência da mãe de outro integrante do grupo.

Em continuidade às diligências, foi constatado que o motorista também tinha participação no furto. Ao ser abordado, o condutor da carreta confessou que receberia R$ 10 mil para fingir ter sido vítima de roubo da carga, fato que seria noticiado na cidade de São Paulo.

Os suspeitos foram conduzidos à DRE, onde após serem interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foram autuados em flagrante pelos crimes de furto e associação criminosa.

“O procedimento foi encaminhado a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande, que dará andamento nas investigações, uma vez que outros integrantes da quadrilha já foram identificados”, disse o delegado.

POR: Midia News
13/08/2019 15:12 / Atualizado 20/11/2019 10:24
© Copyright 2016- 2019 - Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Blit Softwares