ITANHANGÁ/MT, 23 de October, 2019.
(66) 98418-7171
Compartilhe nosso portal de notícias
Marido e PM mataram enfermeira em Sinop
Foto: Reprodução

O policial militar Marcos Vinicius Pereira Ricardi, alegou que ele e Ronaldo da Rosa (marido da vítima), que queriam dar apenas um “susto” na enfermeira Zuilda Correia Rodrigues, que foi encontrada morta em um córrego em Sinop (a 420 km de Cuiabá) na manhã desta terça-feira (8). Ronaldo era marido da vítima. O crime também teria sido motivado por por constantes discussões entre os três.

“Ele disse que a ideia inicial era apenas dar um susto na vítima, simulando uma tentativa de roubo, porém, a situação saiu do controle e eles acabaram matando a vítima”, informa o delegado Carlos Eduardo Muniz, responsável pelo caso. “A motivação ainda precisa ser verificada uma vez que essa é a versão apresentada pelo policial militar e o marido da vítima continua foragido”, completa.

Com base nas evidências, o delegado lavrou o flagrante contra Marcos Vinícius pelo crime ocultação de cadáver (crime de natureza permanente) e também representou pela prisão preventiva do suspeito e do marido da vítima, Ronaldo da Rosa pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver.

De acordo com a nota divulgada pela Polícia Militar de Sinop, Marcos Vinicius já estava afastado das funções militares e respondia processo demissório. Deste modo, por se tratar de crime cometido fora no exercício da função militar, a apuração ocorre na esfera civil.

POR: Redação/Olhar Direto
08/10/2019 18:58 / Atualizado 23/10/2019 06:27
© Copyright 2016- 2019 - Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Blit Softwares